Mural SPRGS - SPRGS

Ir para o conteúdo

Minha história com a SPRGS

SPRGS
Publicado por em Minha história · 19 Julho 2020
Minha história com a SPRGS
Denise Hausen
Congregar, fazer-se representar, representar; marcas, compromisso, responsabilidade.  

Enfim, são muitas as palavras que me ocorrem ao receber, através da colega Morgana Tarrago, o convite da diretoria da SPRGS para fazer um breve depoimento do que significa a Sociedade de Psicologia na minha trajetória profissional. Vários são os momentos importantes que me ocorrem. Ainda estudante de Psicologia, a sede no Edifício Sloper, no coração da cidade de Porto Alegre, me acolheu como um espaço onde eu poderia conhecer psicólogos e suas práticas, para além dos professores que nos transmitiam, na academia, seu saber. Muitos e muitas colegas que, de alguma forma, permanecem presentes como memória de acolhimento. Caminhos diferentes trilhados, mas como no texto-chamada da nossa sociedade, permanecem como evocação da “sabedoria de quem tem experiência e sensatez”. Obrigada às gerações que me antecederam.

Anos mais tarde, ainda no mesmo prédio da Rua da Praia, vivi minha primeira experiência de pertencer a uma diretoria e de ser votada e escolhida para oficialmente representar a categoria, junto com colegas com quem até hoje mantenho laços e liderada pela querida Tania Galli Fonseca, pessoa marcante de quem sentimos saudade. Tempos em que a SPRGS era a única entidade representativa de psicólogas e psicólogos, fundada às 20h30 do dia 1° de junho de 1959, na sala 31 da Faculdade de Economia da UFRGS, alguns anos antes do CRP e do Sindicato. Em nossos primeiros Estatutos, em seu Título I, dizia em seu artigo primeiro sermos uma sociedade com o fim de congregar psicólogos, professores e pesquisadores de psicologia e  propondo-se a cultivar o estudo e o desenvolvimento da psicologia como ciência, profissão e um meio de promover o bem-estar humano.

A nossa sociedade foi foro da construção de minha identidade, uma ou múltiplas, a partir desse acolhimento, da diversidade de práticas e de se constituir como um espaço onde modos inovadores de fazer-se psicologia podia ser experimentado. Muitos cursos, muitos convidados. Algumas e alguns que vieram para ficar, outras e outros nem tanto. Lembro como marco a criação do Help, primeira experiência institucional de atendimento a adolescentes que demandassem acolhida quer por angústia de uma “crise vital”, quer por outro tipo de angústia.

Atravessamos também muitas crises institucionais, vários momentos de difícil administração. Carregamos, portanto, uma história que, se é rica, não tem sido fácil. Sempre, no entanto, penso que seja necessário se ter em mente honrar a razão de sua fundação: psicologia como ciência, como profissão e, sobretudo, como um meio de promover o bem-estar humano.





Sprgs
Rua Felipe Neri, 414 conj 202 Auxiliadora
90440-150 Porto Alegre RS

51. 3331-8586
51. 99527.3920

Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul
Voltar para o conteúdo