Mural SPRGS - SPRGS

Ir para o conteúdo

Ateliê Clínico: a patologia das relações mãe e filha

SPRGS
Publicado por em Eventos · 20 Agosto 2022


Ateliê Clínico:
a patologia das relações mãe e filha

Com
Ana Cláudia Meira

4 encontros
Quartas-feiras, 20h às 21h30
14, 21, 28/set e 05/out
Exclusivo para profissionais | On-line | Plataforma Sympla/Zoom
(Check-in 15 minutos antes do horário de início através do Sympla*)

Público-alvo: profissionais – psicólogos, psiquiatras, psicoterapeutas e psicanalistas
Eixo Temático: psicanálise
Carga horária: 6 horas totais

Investimento:
  • Profissional: R$ 310,00
  • Profissional sócio SPRGS: R$ 270,00

Inscrições: sympla.com.br/sprgs
(encerradas 30 min. antes do horário do evento)

Atendimento on-line da secretaria: secretaria@sprgs.org.br
ou whatsapp 51-99527-3920 (em horário comercial)

A relação entre mãe e filha é de fundamental importância, tanto no melhor desenvolvimento de uma criança, como na patologia que se estabelecerá, nos casos em que a mãe – ocupada com suas próprias questões narcísicas – não permitir que sua filha se separe dela, rumo à conquista de uma existência individual e autônoma.
Serão estes casos que ocuparão nosso olhar e nossa escuta, nesta atividade em grupo.

Objetivos:
  • Apresentar casos em que a questão entre mãe e filha seja o foco central
  • Discutir a patologia desta relação tal como aparece na clínica
  • Supervisionar a dinâmica da relação, bem como os recursos técnicos com que contamos na condução destes casos

Seleção de casos para discussão até 12/set:
A cada encontro, uma pessoa levará um caso relatado para a discussão. A escolha dos 4 casos a serem supervisionados se dará a partir de uma seleção prévia, feita com base em um resumo estendido do caso, de no máximo uma página. Os resumos deverão ser enviados até o dia 12/set/22, para o e-mail cientifica@sprgs.org.br.
A escolha será feita pela pertinência do caso ao tema das patologias da relação entre mãe e filha.

- Ana Cláudia Meira (CRP 07/5320): psicóloga, psicanalista pelo CEPdePA, membro do Instituto da SBPdePA, Doutora em Psicologia pela PUCRS, autora do livro “Histórias de captura: investimentos mortíferos nas relações mãe e filha” e “Escrita científica no divã: entre as possibilidades e as dificuldades para com o escrever”.

Referências:
  • MEIRA, A. C. Histórias de captura: investimentos mortíferos nas relações mãe e filha. São Paulo: Blucher, 2021.
  • MARUCCO, Norberto (1998). Cura analítica y transferencia: de la represión a la desmentida. Buenos Aires: Amorrortu.
  • McDOUGALL, Joyce (2000). Teatros do corpo: o psicossoma em psicanálise. São Paulo: Martins Fontes.
  • ZALCBERG, Malvine (2003). A relação mãe e filha. 4. ed. Rio de Janeiro: Campus.

Complementares:
  • PAIM FILHO, Ignácio A. (2017). O real na sedução fantasiada e o irreal na sedução não fantasiada. In: BORGES, Giovana; PAIM FILHO, Ignácio A. Sobre o filicídio: uma introdução. Porto Alegre: Sulina. p. 155-169.
  • TESONE, Juan (2006). Da língua da mãe à língua materna ou como construir sua língua. Revista Brasileira de Psicanálise, São Paulo, v. 40, n. 2, p. 124-143.
  • ZAK GOLDSTEIN, Raquel (2000). Erótica: um estudo psicanalítico da sexualidade feminina. Porto Alegre: Criação Humana.


*Acesso através do e-mail de confirmação da inscrição ou através de conta gratuita no Sympla (com mesmo e-mail de login da inscrição). Necessita app Zoom instalado.

*Check-in na sala 15 min. antes do início da atividade, através do Sympla. Veja como acessar.





Sprgs
Rua Felipe Neri, 414 conj 202 Auxiliadora
90440-150 Porto Alegre RS

51. 3331-8586
Whatsapp: 51. 99527.3920

Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul
Voltar para o conteúdo